domingo, 13 de julho de 2014

Era pra ser eu (Loubet)


Zac estava andando atoa pela cidade, quando parou, congelou ao vê-la, Vanessa estava tão linda com seus longos cabelos, agora loiros. Ele se lembrou das noites que passaram juntos, enquanto ela dormia perdida em seus sonhos, ele a olhava dizendo para si mesmo o quando ela era bela com seus cabelos negros, mas esse tempo havia acabado.
            Ela estava arrumando o cabelo, olhando seu reflexo no vidro de uma loja. Já faz dois anos deste a última vez que estiveram juntos. A mágoa ainda continua em seu peito, uma mágoa impossível de passar. Tinham tantos planos e sonhos, mas os mesmos viraram fumaça.
           
- Mamãe, mamãe!
           
Ele viu um menino a chamando de mamãe, e sorriu ao ver a cena. O garoto aparentemente com três anos foi correndo ao encontro dela. Um homem chegou ao seu lado em seguida, ele provava que a amava apenas pelo olhar de emoção. A criança sorriu ao receber os braços de Vanessa em seu corpo em um abraço, e Zac se lembrou dos infinitos abraços que ele havia recebido dela. Sentiu uma dor no peito ao pensar que aquele homem era pra ser ele.

- Vamos ver o papai hoje mamãe?
- É claro! – Vanessa respondeu com um sorriso no rosto.

Se o destino não tivesse mudado os planos, o acaso agiu com tamanha traição. Mas a alegria de Zac é saber que aquela criança é fruto da paixão vivenciada com Vanessa.       Zac deu alguns passos e começou a segui-los, mantendo uma leve distância. Viu-os entrarem em sua moradia, e minutos depois, chegaram ao seu dormitório. Viu o homem que os havia acompanhado se afastando, olhou em direção à Vanessa ajoelhada com o garoto ao seu lado.

            - Eu me pareço muito com o papai!

            Ele sorriu ao se aproximar dos dois, ficou ao lado sem eles perceber. Focou no ponto onde a atenção deles estavam postos. Era sua foto. Em sua lápide. Fazia dois anos, era aniversário de sua morte, e ao olhar para Vanessa, consegui ouvi-la dizer entre as lágrimas que corriam em sua face.

- Eu sempre te amarei Zac!
E por instinto ele depositou um beijo em sua cabeça - Eu também sempre te amarei.
Vanessa sorriu sem ao menos ouvir – Cuide de nosso pequeno! – Zac disse e sorrindo desapareceu.

-----------------------------------------
Olá pessoal! 
Primeira postagem :) Deixem nos comentários o que acharam da ficção.

Bom domingo a todos!
- L 

6 comentários:

  1. para o mundo que eu quero descer
    cara,que lindo *-* com lágrimas nos olhos aqui
    posta a próxima fic logo flor,kisses

    ResponderExcluir
  2. Ai meu Deus do Céu,que lindo perfeito,maravilhoso,to chorando aqui até agora *-* Tu deveria escrever um livro porque tu tem o dom kk ♥
    Perfeito sem mais
    Posta loguinho
    xoxo ♥♥♥

    ResponderExcluir
  3. Para.. Meu deus muito perfeito
    eu estava lendo e imaginando que ela teria outro que sei lá, que qualquer coisa menos que fosse esse final, to muito arrepiada e depois de ver a musica fiquei aos prantos!!
    amei, ficou divo
    posta logooo

    Xoooxo

    ResponderExcluir
  4. Posso dizer que estou chorando?
    Pelo amor, que lindo!
    Estou chorando horrores.
    Que perfeição.
    Amei demais
    Bjos

    ResponderExcluir
  5. Eu pensei o mesmo que a Taty.
    Agora eu tô chorando mais ainda.
    Fui assistir o clipe e me acabei de chorar.
    Música e clipe lindos demais.
    Se o seu objetivo era nos emocionar, você conseguiu.
    Simplesmente, perfeito.
    Sou sua fã.

    ResponderExcluir

Expresse sua opinião e deixe sugestões ;)