sábado, 2 de agosto de 2014

O Melhor de Mim (Gusttavo Lima)

Começando as postagens de sábado com o meu xodó ;) rsrsrs
Sou apaixonada pelo Gusttavo Lima, e peço desculpas pras pessoas que não gostam de Sertanejo, mas sou do interior e amo sertanejo, estou avisando porque a maior parte (ou quase todas) das ficções, serão baseadas em músicas desse gênero.
Essa música é uma versão da All for me do John Legend. A melodia, não o enredo.
Espero que a história agrada todos...  Até breve!
- L

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------


O Melhor de Mim (Gusttavo Lima)

            - Oi!
            - Zac?! – Scott disse ao ver o amigo em sua porta.
Scott conhecia Zac deste a faculdade. Eram grandes amigos, mas ele nunca concordou com as atitudes tomadas por Zac que só vivia na farra com uma garota nova a cada dia, ou melhor, uma garota nova a cada noite!
            - O que aconteceu? –Scott perguntou vendo Zac sentar no sofá.
            - Vanessa descobriu da Alana! – ele disse calmamente.
            - E você diz isso com toda calma do mundo?
Zac se assustou ao ouvir uma voz por trás dele. Quando se virou se deparou com Ashley, melhor amiga de Vanessa e noiva de Scott, vestindo apenas uma camisa do noivo.
            - Bela camisa Ash! – ele disse tentando amenizar a situação.
            - Não faça piada Zac Efron! – ela disse com uma voz grave.
            - Eu estou com medo dela! – Zac disse para Scott. – Acho melhor eu voltar pro meu AP! – ele se levantou.
            - Porque você veio aqui? – Scott perguntou.
            - Eu queria conversar com alguém, mas não queria o Dylan!
            - Você não foi para o seu apartamento porque seu irmão está lá? – Ashley perguntou.
            - É! – Zac respondeu a encarando – Não quero conversar com ele, na verdade não sei nem se ainda quero conversar!
            - Você vem na minha casa às duas da manhã e agora diz que vai embora? – Scott o encarou – Senta aí que vamos conversar!
            - Eu pego o uísque! – Ashley disse.
Zac passou uma hora contando aos amigos o que havia acontecido. Ashley não culpava Zac, e muito menos o chamava de traidor. Ela conhecia Vanessa como a palma de sua mão, e sabia que a amiga era uma pessoa muito complicada em se lidar. E a culpa, de certa forma, era dela também e não apenas de Zac.
            - Ela pegou você com a Alana na cama? – Ashley disse
            - Não! – Zac disse – Mais ou menos! Havíamos acabado de transar e a campainha tocou, eu imaginei que era o Dylan que havia esquecido novamente a chave. O porteiro não interfonou, com isso eu confirmei que era meu irmão. Quando abri a porta ela me encarava com os olhos cheios de raiva, me encarou e somente ali percebi que estava apenas de cueca.
            - OMG! – Ashley disse.
            - Aí você se fudeu?! – Scott perguntou já confirmando.
            - Ela passou por mim, sem dizer nada. Seguiu até o meu quarto e pegou Alana saindo do banheiro de apenas roupa íntima. Eu estava atrás da Vanessa, e ela apenas se virou e me deu um tapa no rosto, que está doendo ainda – Zac disse colocando a mão no rosto – Ela me apontou um dedo, e disse: “- Acabou tudo entre a gente!”. E saiu!
            - Eu vou conversar com ela! – Ashley disse e os meninos a encaravam – Ela não deve estar tomando os remédios certos, já que ela mesma disse que não queria um relacionamento sério – ela encarou Zac – E pra mim isso não impede que você saia com outras.
            - Eu me importo com ela Ash!
            - Eu sei! – Ashley sorriu. – Você se importa porque a ama!
***
            - Eu não vou falar com ele!
            - Você tomou o remédio? – Ashley perguntou à amiga – Acredito que não!
            - O que você quer dizer?
            - Você tem transtorno bipolar Vanessa. Em um momento você está ótima, e logo em seguida quer se matar. Eu não te entendo!
            - O que isso tem haver com Zac?
            - Você impôs a ele um relacionamento apenas de sexo. Ele queria mais com você. E você negou dizendo que poderia machucá-lo.
            - Ela não te traiu! – Vanessa disse – Por isso está o defendendo!
Vanessa estava encarando a amiga do outro lado da mesa do restaurante. Ela olhou para os lados, encarou todos ao redor. Ashley a olhava intrigada. Vanessa havia passado poucas e boas com o antigo namorado, a partir daí ela nunca mais foi à mesma.
            - Venha comigo? – Ashley suplicou.
            - Eu não posso!
            - Você não quer! É diferente!
Vanessa sabia que tinha sido rude com Zac, mas não tinha a certeza absoluta que poderia ficar cara a cara com ele depois dos acontecimentos da noite passada. Ashley pagou a conta e se levantou. Vanessa seguiu a amiga, sabendo que esse era a única maneira dela ficar livre do assunto.

****
            - Tem alguém em casa? - Ashley havia acabado de chegar ao AP de Zac.
            - Porque você tem a chave? – Vanessa perguntou curiosa.
            - Scott morava aqui até dois meses atrás!
            - Eu me esqueci desse detalhe!
Juntas olharam todos os cômodos, quartos, sala, cozinha, banheiro e varanda, mas não encontraram Zac. Ao voltarem a sala, viram a porta se abrir e ele entrar. Elas paralisaram!
            - Tudo bem com vocês? – Zac perguntou quebrando o silêncio.
            - Tudo! – Ashley sorriu – Já estava de saída, só vim acompanhar Vanessa!
            - Você é uma péssima amiga! – Vanessa disse sussurrando.
            - Até mais!
Ashley abraçou Vanessa e se despediu, passou por Zac e se foi embora. Ele encarava Vanessa com receio. Ele a amava mais do que havia imaginado, e se tivesse percebido isso antes, jamais faria o que fez diversas vezes.
            - É engraçado ela estar de saída do meu apartamento, sem eu ao menos saber que ela estava aqui! – ele deu um sorriso – Quer se sentar? – Ela olhou para o sofá – Está limpo!
            - O que? – ela não havia entendido.
            - Eu sei que você não gosta de sujeira, o sofá está totalmente limpo. Eu pago a diarista pra isso! – ele disse divertido.
Vanessa assentiu e se sentou ao sofá. Ele foi até o quarto para guardar sua mochila, e em seguida estava de volta à sala. Sentou ao lado de Vanessa.  O silêncio tomou conta do ambiente.
            - Eu não sei o que eu vim fazer aqui! – ela disse olhando pra todos os lugares, menos para ele. – Eu não sei o que dizer!
            - Eu não quis te machucar – Zac disse e ela o encarou – Eu sempre quis te ver bem, mas eu errei em me envolver com outro alguém. Inúmeras vezes eu falhei. Eu não sou perfeito...
            - Ninguém é! – ela disse o interrompendo.
            - Te quero te volta! Por você lutarei, farei de tudo pra te merecer e te reconquistar.  Esse amor corre em minhas veias. Você me prendeu sempre em sua teia.
            - Sou uma aranha agora? – ela disse brincalhona.
            - Só peço que não seja a viúva negra – ele fez a referencia a aranha que mata o companheiro – Você é minha escolhida. Não me vejo sem você na minha você. O melhor de mim, meu amor sem fim e dou só pra você, o amor que guardei.
            - Eu tenho uma coisa grave pra te contar – ela disse séria – Talvez você não consiga ficar ao meu lado como você diz!
Zac a encarava surpreso. O que podia ser grave. Milhares de coisas passavam por sua cabeça.
            - Eu sofro de transtorno bipolar! – ela disse e ele suspirou.
            - Já desconfiava! – ele disse e ela sorriu.
            - Como? – Vanessa perguntou curiosa.
            - Às vezes eu te abraçava e você ficava nervosa, minutos depois que eu te soltava você me abraçava. Você me ligava querendo me encontrar, e em seguida já não queria mais. Você fica irritada muito rápido. É só piscar os olhos e seu bom humor evapora...
            - Okay, já entendi! – ela o encarou – Eu não estou brava por você ter ficado com a Alana!
            - Não? – ele levantou as sobrancelhas.
            - Não! – ela disse sorrindo – Eu tive três namorados, e todos me traíram. O último foi o pior!
            - Austin Butler! – Zac disse.
            - Me investigou?
            - Alguns detalhes apenas. – ele brincou.
            - No seu dossiê mostra que ele me traiu com a minha prima no nosso primeiro aniversário!
            - Não! – Zac disse respeitoso. Ela sorriu.
            - Imaginei que não. Quando todos os seus companheiros de traem, você começa a imaginar que você é o problema.
            - Você não é o problema! – ele disse e ela deixou uma lágrima cair.
            - Eu tive um surto psicológico há seis meses.
            - O que aconteceu? – Zac passava a mão pelas costas de Vanessa fazendo ela se acalmar.
            - Eu tentei suicídio! Passei um mês em uma clínica de reabilitação. Quando tive alta, Ashley queria me levar pra casa, e eu implorei para me deixar sozinha pelo menos uma noite. Ela não queria, mas acabou concordando. Fui a um bar – ela sorriu – E te conheci! – ela o encarou.
            - Foi bom me conhecer?
            - Um pouco! – ele sorriu – O resto você já sabe!
            - Me propôs um relacionamento envolvendo apenas sexo!
            - Isso... Eu não me arrependo!
Zac percebia que ela havia lhe contado a verdade, mas faltavam mais coisas. Ele não se convencia que era apenas aquilo... Ele queria mais...
            - Eu não entendo – ele disse.
            - O que? – ela o encarou.
            - Você havia me dito que fazia um ano que estava solteira, e agora me conta que deve um surto há seis meses. Por quê? Como? Isso eu não entendo.
            - Eu descobri meu transtorno há um ano, quando terminamos. Eu quis quebrar a cara dele, assim como eu fiz com os troféus da faculdade dele, assim como os porta retratos e TV.
            - Você quebrou a TV dele? – Zac perguntou assustado.
            - Eu sou bipolar! - ela disse o encarando – Não sabia naquela época, mas agora sei!
            - Okay – Zac sorriu temeroso – Espero que você não quebra a minha TV.
            - Não se preocupe! – Vanessa sorriu – Ele chamou a polícia naquele dia, me encaminharam para um hospital psiquiátrico, e os exames mostraram que eu tinha Bipolaridade. Comecei a tomar os remédios. Os meses passaram, e vi o convite do casamento dele com a minha prima em cima da mesa da casa de meus pais. E quis me suicidar!
            - Como?
            - Como? – ela o encarou e ele assentou – Eu tomei todos os remédios da minha mãe!
            - Ela percebeu?
            - Eu havia dito pra ela que iria dormir um pouco, fui ao banheiro e tomei todas, todas as capsulas que havia ali... Deitei na cama, e ao acordar estava no hospital! Havia se passado 24 horas deste que eu havia fechado os olhos. Me deram adrenalina na veia, e fui ressuscitada duas vezes.
            - Parada cardíaca? – ele perguntou.
            - A primeira de sete segundos, e a segunda de dez. Minha mãe diz que era Deus me dizendo para não desistir que havia coisa boa pra vim – ela riu – Ela é muito religiosa!
            - Minha mãe também! – ele disse e ela o encarou – Starla Basket!
            - Não é Efron?
            - Não! Meu avô não permitiu ela recebeu o nome da família, já que ela não era judia.
            - Você é judeu?! – ela o encarou e ele assentiu – Você é circuncisado?
            - Acho melhor eu não te responder! – ele riu.
            - Acabou de me responder! – ambos sorriram.
            - Quer ir pra cama? – ele perguntou.
            - Só se for com o meu namorado? – ela sorriu.
            - Namorado é aquele que sempre está junto. E eu sempre estarei ao seu lado! – ele se aproximou e se beijaram. – Podemos ir pra cama agora?
            - Okay! – ela respondeu.
            - Okay?
            - Okay! – ela disse novamente e ele se levantou a puxando pela mão.
            - Vamos parar de citar “ A culpa é das estrelas”.
            - Eu amo “A culpa é das estrelas”!
Zac a beijou de novo, a pegou no colo, e juntos foram para a cama como namorados.

5 comentários:

  1. Muiiiito fofo flor!!!
    Estava com saudades da sua história. Tbm gosto do Gustavo Lima.
    Beiijoos
    Tizz
    Posta logoo viu??

    ResponderExcluir
  2. *-* ownt que fofo
    tbm amu "A culpa é das estrelas"
    e amei essa fic ♥♥♥
    posta mais,kisses

    ResponderExcluir
  3. Aiii que linduuuuuh , tambem amoooooo acede , posta logo
    Isa Neves

    ResponderExcluir
  4. Awn que perfeito,ameii *-*
    Vanessa bipolar adorei kk
    E eu tbm adoro música sertaneja,adoru Gustavo Lima e Jorge e Mateus ♥♥♥♥♥
    Anciosa pra próxima até sábado que vem
    xoxo

    ResponderExcluir
  5. Own...que fofo.
    Eu também sou do interior, de Goiás ainda por cima. Ou seja, o sertanejo corre nas veias. Hehe.
    Amei demais essa fic.
    Ansiosa pelas próximas histórias.
    Posto logo
    Bjos

    ResponderExcluir

Expresse sua opinião e deixe sugestões ;)