sábado, 22 de novembro de 2014

7° Capítulo

ZAC

            - Você vai ficar aqui até que horas? – Scott perguntou ao amigo.
            - Tenho plantão até as três da tarde. Vou passar mais algumas horas aqui! – ele sorriu.
Scott percebeu que o amigo não estava totalmente bem.
            - O que aconteceu?
            - Quando a Dona Gina me procurou eu não tinha a noção do tamanho da situação, fiz exames e nenhum deles mostrou o que vi na S.O. Naquele momento eu fiquei pensando o que aconteceria comigo se ela morresse em minhas mãos. – Zac disse sério.
            - Você já perdeu pacientes, e nunca ficou assim.
            - Os maridos e esposas, ou até filhos dos meus pacientes, não era Gregory Hudgens. – ele fitou o amigo – Você sabe muito bem o que aconteceria comigo!
            Zac colocou os seus prontuários totalmente preenchidos sobre a mesa da recepcionista do andar. Scott o encava a cada minuto.
            - Confesso que ver Vanessa ao lado do marido mexeu comigo!
            - Sabia! – Scott disse
            - Eu não imaginei que ele viria junto quando ocorresse a cirurgia.
            - Foi surpresa pra eles durante o almoço. – Scott tentou consolar o amigo.
            - Mas não para Dona Gina. – Scott o encarou – Eu disse a ela que a cirurgia era emergencial, e teria que ser o mais rápido possível, mas ela negou, pediu para que fosse amanhã. Ela foi almoçar com a família ao meio dia, o sol estava forte, as dores pioraram e ela não aguentou. Eu me sinto culpado por ela não ter ficado internada deste de manhã.
            - Olá pessoas! – Ashley disse sorridente para os dois que estavam escorados na mesa da recepção.
            - Parabéns Ashley! – Zac disse e ela não entendeu – O noivado! – ela sorriu.
            - Ah obrigada! Mas como você sabe, nós decidimos contar juntos para os amigos?!
            - Zac me ajudou a escolher o anel! – Scott informou a abraçando de lado.
            - Sempre juntos! – Ashley disse brincando com os dois.
            - Preciso ir! – Zac disse se despedindo do casal
            - Preciso falar com você! – Vanessa que estava quieta deste o começo disse.
            - Você vai passar a noite aqui? – ele perguntou.
            - Sim.
            - Eu tenho algumas coisas pra fazer, mas logo de manhã eu passo no quarto de sua mãe e nós conversamos.
            - Promete? – Vanessa o encarou.
            - Prometo!

            Zac saiu deixando os amigos ali. Seguiu para a sua sala, sentou em sua cadeira e descansou sua cabeça sobre a mesa, fechou os olhos por um minuto lamentando tudo que estava acontecendo. Ver a família de Vanessa reunida não havia sido bom para ele.
            - Senhor, o Doutor Webber quer vê-lo! – Amélia disse ao abrir a porta.
            - Me dê um minuto!
            Ela assentiu e fechou a porta. Zac respirou fundo, se levantou e seguiu ao terceiro andar, mas não encontrou o encontrou, perguntou onde ele estava a uma enfermeira que estava passando que lhe disse que ele estava no quarto 203. Era o que Zac temia. Estava no quarto de Gina. Ele pegou novamente o elevador, e desceu um andar. Seguiu até a porta do quarto, por sorte, o chefe estava saindo do quarto.
            - Queria me ver?!
            - Parabéns pela cirurgia – Disse o Webber – A família está agradecida, e doaram uma quantia para o nosso hospital. A quantia será investida na Neurocirurgia. Parabéns novamente!
            Webber bateu no ombro de Zac e começou seu caminho. Zac se virou e chamou sua atenção novamente, o chefe o encarou surpreso.
            - Eu não quero este dinheiro!
            - Como?! Você está louco?!
            - Aplica esse dinheiro na Pediatria, eles precisam mais do que a Neuro.
            - Concordo com você. – Webber disse – Você será um ótimo chefe de cirurgia!
            Zac sorriu com as palavras do chefe que estava prestes a se aposentar, e estava em busca de um novo chefe de cirurgia.
            - Nosso dinheiro é sujo?! – ele gelou ao ouvir a voz atrás de si, se virou e a encarou.
            - Não é isso!
            - É o que então Zac?
            - O meu problema é com seu pai e não com você Vanessa!
            - Qual é o problema?
            Vanessa o encarava como nunca havia feito. Zac respirou, e por sorte não teve que responder a pergunta. Seu bipe havia tocado.
            - Desculpe, eu tenho que ir.
            Zac deixou Vanessa sozinha, e seguiu juntos com os enfermeiros. Entraram no quarto 200, e começaram uma ressurreição.
            - 1, 2,3 se afastem! – ele desfibrilou a primeira tentativa, nenhum resultado – Carregue em 300! 1,2,3! – Segunda tentativa, nenhuma resposta – Coloque em 500! 1,2,3!
            - Sem resultados Doutor! – um enfermeiro disse.

            - Hora da morte: 23h37min.

6 comentários:

  1. Nossa que sinistro,que orgulho do zac. Bjs posta logo

    ResponderExcluir
  2. Nossa, que final.
    O capítulo ficou incrível.
    A Vanessa não vai descansar enquanto não descobrir o que aconteceu.
    Estou ansiosa pelo próximo capítulo.
    Posta loguinho
    Bjos

    ResponderExcluir
  3. uau,capítulo muito bom
    saudades dos momentos so cutes do Zac com a Vanessa *-*
    posta mais,kisses

    ResponderExcluir
  4. Eita
    Q final triste
    Mas q o zac e vanessa se resolvam logo
    Kkkk

    ResponderExcluir
  5. Iih será q a Vane descobre o pq do pai e zac não se darem bem?
    O zac tão lindo médico e dando um show na prof né!
    Maravilhoso o capítulo!! POSTA logoo!! mt ansiosa pra saber o q vai acontecer!!
    Xoxo Isa!

    ResponderExcluir
  6. cap perfeitoooo, a vane tem que dar um chute na bunda do marido dela logo kkkk, amore queria pedir pra vc trocar o fundo ou a cor da letra pq eu nao consigo ver o numero do cap e o link pra comentar
    ps: posat logoooo

    ResponderExcluir

Expresse sua opinião e deixe sugestões ;)