sábado, 29 de novembro de 2014

8° Capítulo

VANESSA

            - Descobriu algo? – Ashley perguntou.
            - Não. Ele está fugindo de mim, ele não quer me contar.
            - A mulher morreu então ele não fugiu de você, apenas fez a obrigação da profissão.
            - Eu sei. Mas as outras vezes ele fugiu!
            Vanessa estava na lanchonete do hospital junto com Ashley. Elas haviam passado a noite em claro em busca de respostas. Começaram a vasculhar na memória, indícios que podiam justificar a guerra entre Zac e Greg, mas não encontraram nada.
            - Eu posso sentar com vocês? Não há mesa sobrando.
            Ashley sorriu ao ouvir o pedido de Amélia, essa era a chance que elas tanto queriam.
            - É claro. – Amélia se sentou ao lado de Ashley.
            - Obrigada! – Ela agradeceu.
            - Diz aí Amélia, quanto tempo você trabalha com Zac? – Ashley foi direta ao ponto.
            - A dois anos, deste a especialização.
            - Em NY? – Vanessa perguntou.
            - Sim, um ano lá e outro cá. Não parece, mas hoje completa um ano da vinda do doutor pra cá.
            - Vocês namoram? – Ashley a questionou, fazendo Amélia ficar pálida.
            - Não! – ela disse rapidamente – O doutor nunca namorou sério com ninguém que eu saiba – ela olhou pra Vanessa – Deste a senhorita!
            - Você sabe sobre nós dois? – ela perguntou incrédula.
            - Sua mãe soltou algo na consulta. E eu perguntei ao Doutor, e ele me disse que foi no Ensino Médio, e isso é muito mais que eu devia saber, mas as outras enfermeiras dizem que viram à senhorita beijar ele outro dia aqui mesmo no hospital...
            - Você fez isso?! – Ashley disse a interrompendo.
            - A deixa terminar! – Vanessa disse.
            - Bom. – Amélia continuou – Aí elas perceberam ontem quando sua mãe se internou, que a senhorita é casada, e não é com o Doutor, então tivemos a prova que o Doutor é mais safado do que imaginamos. – Ashley riu.
            - Imaginamos?! – Vanessa disse segurando a risada.
            - É. Ele é o mais novo de todos os médicos daqui. É bonito, charmoso, tem uns olhos maravilhosos, e tem bunda arrebitada. Todas as enfermeiras o xavecam, mas nenhuma conseguiu sequer um beijo dele. Ele é duro na queda! – Amélia encarou as duas – Não sei se devia ter contado isso a vocês?!
            - Relaxa – Ashley disse a olhando – Somos as melhores amigas dele, e aquela tem  relações amorosas com ele alguns dias da semana! Se é que me entende! – Ashley levantou a sobrancelha, e a Amélia encarou Vanessa que sorriu sem graça.
            - Você é sortuda! – Amélia disse.
            - Eu preciso falar com... O que você faz aqui? – Zac disse primeiramente para Amélia, e somente depois reparou que Vanessa e Ashley estavam juntas.
            - Hora do lanche! – Amélia disse.
            - Eu preciso do relatório do quarto 304, 306,307 e a documentação de liberação do 203.
            - Sim senhor! – ela disse o encarando.
            - Agora Amélia! – Ela se levantou rapidamente e começou a correr para longe.
            - Parabéns! – Ashley disse alto.
            - Não é meu aniversário! – Zac disse.
            - Eu sei que não é, mas é seu aniversário de um ano de volta a Los Angeles. Iupi!
            - Ela bebeu alguma coisa? – Zac perguntou a Vanessa.
            - Acho que isso é falta de Scott! Quantas horas você não o vê?
            - Hum, que horas são?
            - Sete da manhã! – Zac respondeu.
            - Sete horas que eu não o vejo! – Ashley sorriu – Vou deixar vocês a sós!
            Ashley saiu deixando Zac e Vanessa a sós, na lanchonete lotada sem mesa sobrando.
            - O que foi? – ela perguntou assim que ele se sentou a sua frente.
            - Eu preciso que você tome conta da sua mãe. Eu darei alta pra ela, mas ela terá que fazer repouso por uma semana, e sei como ela é teimosa, e tenho medo que ela não siga as recomendações.
            - Okay, eu vou cuidar dela.
            - Ótimo. – ele sorriu – Como está?
            - Como?
            - Seu braço! Está melhor?
            - Está sim! Obrigado pelo comprimidos, me ajudou muito.
            - Você tem que fazer alguma coisa, ele não pode descontar a raiva em você.
            - Não vamos falar sobre isso aqui tudo bem?
            - O que você vai fazer hoje?
            - Nada!
            - Eu saio às três! – ele disse – Mas é claro que vou dormir até as sete da noite, e depois terei que ir a um bar pra uma comemoração que eu não queria.
            - Está me convidando pra ir?
            - Sim. – ele sorriu – Junto com Ashley e Scott.
            - Pra não desconfiarem?
            - Acho que já desconfiam, a fofoca corre muito rápido aqui no hospital – ele riu.
           
            - Uma semana? – Gina disse – Eu não posso ficar uma semana parada!
            - Pode e vai! – Greg disse autoritário a esposa – Obrigado novamente Zachary!
            - Não fiz nada mais do que meu dever!
            - Parabéns! – Stella disse – Fiquei sabendo que terá festa em comemoração a seu 1° ano aqui no hospital. – ela disse sorrindo.
            - Obrigado! – Zac disse educado.
            - Posso ir à festa? – Stella disse.
            - Menina atrevida! – Greg disse e todos riram.
            - Acho que não seria muito adequado. Será apenas médicos e enfermeiros tomando umas, e comentando sobre os pacientes. Posso te garantir que não será nada legal!
            - Sendo assim, eu me desconvido! – Stella disse.
            - Amélia, ajude a Dona Gina a se arrumar, e acompanhe-os até o carro.
            - Sim senhor!
            - Obrigado Zac! – Gina disse – Eu não confiaria em nenhum outro pra fazer essa cirurgia. Você sempre foi minha única opção. E sempre será!
            Vanessa sorriu ao ouvir as palavras da mãe para Zac, mas ambos sabia que havia um duplo sentido a essas palavras. Ela estava agradecida pela cirurgia, mas afirmara na frente da família inteira em mensagem subliminar que Zac era seu genro preferido, sempre foi e sempre será. Mas apenas três pessoas, havia sacado a mensagem.
            - Eu te amo Zac Efron! – ela disse completando, fazendo Amélia e Zac rir, assim como Vanessa e Stella.
            - Eu também a amo Dona Gina Hudgens – ela encarou Greg – Com todo o respeito! 

6 comentários:

  1. kkkkkkk...Gina é muitoo DIVA.
    Amei demais o capítulo.
    O capítulo ficou incrível.
    Posta loguinho
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. Aiii que fofis, amei posta logo!
    Isa Neves

    ResponderExcluir
  3. Ooown que fofo, capítulo perfeito demais!! Tô amando a Dona Gina, que o Zac e a V fiquem juntos logo, lindos demais!!
    Posta, posta, posta!!
    Xoxo Isa!!

    ResponderExcluir
  4. humm adoro mensagens sublimes kkkkkkk, o que será que o greg e o zac tanto esconde??? posta logoooo!!
    ahh e obrigada por mudar a cor da letra ficou bem melhor
    bjss

    ResponderExcluir
  5. so cute *-*
    amei o capítulo
    ♥♥♥
    posta mais,kisses

    ResponderExcluir
  6. Kkkkkkk
    amei a atitude de Gina
    E ainda bem q o zac e a vanessa vão se reencontrar p sair,isso faz bem p eles :)

    ResponderExcluir

Expresse sua opinião e deixe sugestões ;)