quinta-feira, 15 de janeiro de 2015

A outra (Luan Santana)


            - Posso saber o que você está fazendo? - Vanessa perguntou assustando Zac que estava no centro da sala arrumando-se para dormir.
            - Trouxe o meu colchão pra sala. Hoje eu vou dormir aqui. – Ele respondeu calmamente.
            - Mas, por quê? – Vanessa perguntou começando a rir.
            - Pois não quero me lembrar.
            - Lembrar do que? Você está bêbado? – Vanessa começou a se preocupar.
            - Eu não quero me lembrar dos momentos que vivi naquele quarto. O lençol que a gente usava... – ele parou de falar, e olhou para suas mãos.
            - Tem perfume de jasmim! – Vanessa disse – O lençol!
            - O que tanto me agradava, hoje não faz bem pra mim.
            - Nem pra mim! – Vanessa confessou.
            - Depois que você foi embora – Zac começou a dizer - Entrou outra em seu lugar.
            - Demorou pra trazer a vadia pra dentro da nossa casa! – Vanessa disse irônica.
            - E é só quando eu me deito que ela vem me visitar. Passa as mãos em meus cabelos, insiste muito em me beijar.
            - Eu não quero detalhes Zac. Eu sei que você me traiu, não adianta continuar a negar!
            - E eu peço pra se afastar. – Zac disse fazendo Vanessa se calar e o encarar - Eu não quero compromissos, nem tão pouco me apegar. Nem novelas tenho visto... – Zac riu - Da vontade de chorar.
            - Porque continua a negar? – Vanessa perguntou sentindo os olhos lacrimejarem. Fazia três meses que se separaram, acabando com o casamento de quatro anos.
            - Continuo a negar, porque não te trai. Foi armação.
            - Armação de quem?
            - EU NÃO SEI! – Zac disse irritado. - Tenho medo de acordar de madrugada, e uma luz semi apagada refletir você pra mim. – Vanessa o encarava - Sei que está tão curiosa e louca pra me perguntar quem está no seu lugar.
            - Me poupe! – Vanessa disse indo em direção a porta de entrada.
            - Quem roubou meu coração – Zac disse vendo ela abrir a porta - Se chama solidão!

------------------------------------------------

Surpresa!!!
Tenho certeza que vocês não esperavam essa mini fic! rsrsrs
Espero que tenham gostado.
Até uma próxima!
- L