sábado, 9 de maio de 2015

4° Capítulo


                - Você estuda? – Vanessa quis saber enquanto degustava sua batata frita.
                - Sim! – Zac respondeu.
                - Qual?
                - É uma perto de casa, acho que você não conhece! – Zac desfiou a conversa.
                - Okay então!
                - E você estuda? – Zac rebateu.
                - Sim, mas ainda não me matriculei em nenhuma escola daqui.
                - Como assim?
                - Faz três meses que me mudei pra cá. As coisas estavam meio complicadas em casa, mas agora parece que está entrando nos eixos, e amanhã mesmo vou me matricular em alguma escola pública é claro! – Vanessa disse rindo.
                - Você sabe que já perdeu um bimestre né?
                - Sei, mas posso te garantir que isso não vai me fazer repetir o ano! – Ambos riram.
                - Convencida! – Zac zombou.
                - Realista apenas! – Vanessa respondeu – Eu gosto de estudar, é simples!
                - Pra mim não é. Eu odeio estudar. Só vou por ir mesmo, porque se eu pudesse escolher eu passava o dia todo, o dia todo mesmo, só dormindo em minha cama.
                - Aí você não viveria! – Vanessa disse sorrindo.
                - Talvez. Mas é melhor do que ir pra escola.

Vanessa e Zac terminaram o lanche do Mc Donalds, e foram dar um passeio perto do lago, que ali perto tinha. Como estava ventando muito, Vanessa havia enroscado seu braço ao braço de Zac, assim passariam menos frio.

                - Como as coisas entraram no eixo? – Zac perguntou quebrando o silêncio que ali existia.
                - O que? – Vanessa o encarou sem entender.
                - Você disse que as coisas estão entrando no eixo em sua casa. Que coisas?
                - Ah – ela disse se lembrando do que se tratava – Depois que eu entreguei seu celular, eu passei em frente a uma lanchonete, e vi o cartaz de contrata-se, entrei e perguntei para qual função, me candidatei, e saí de lá empregada, começo amanhã! – Vanessa disse animada – É pouco o salário, mas é melhor que nada!
                - E você vai fazer o que na lanchonete?
                - Garçonete. – ela disse sorridente – Vou ser a garçonete, é claro que é por um mês, se eu passar na experiência, eu fico com o emprego definitivo.
                - Eu poderia arrumar um emprego pra você na Efron’s, se você quiser.
                - Isso é mais engraçado! – Vanessa disse parando na frente de Zac – Quando eu cheguei em casa, meus pais estavam muito felizes, e me disseram que meu pai está empregado e com um salário muito bom, quando eu perguntei onde ele iria trabalhar, ele disse que é na Efron’s. Não é engraçado?
                - Muito! – Zac disse nervoso – Então, talvez eu conheça seu pai amanhã!
                - Acho que não. Ele vai trabalhar como assistente da presidência.
                - Assistente da Pre- Presidência? – Zac disse gaguejando.
                - É. – Vanessa sorriu. – Presidência! Já imaginou. – disse se enroscando ao braço de Zac novamente e começando a andar – Meu pai vai trabalhar diretamente com o magnífico David Efron, o dono daquele império.

Vanessa dizia orgulhosa da conquista do pai, mesmo sem saber como ele havia conseguido esse tal emprego. Zac, por sua vez, só pensava em uma única coisa: ele estava fodido!

                - Quer ir pra mais algum lugar? – Vanessa perguntou.
                - Acho que não estou me sentindo bem.
                - O que você tem?
                - O lanche não me fez bem, acho melhor irmos pra casa. Eu deixo você primeiro!
                - Não, pode ser você já que não está passando bem.
                - Não! – Zac se assustou – Você primeiro. Como o ditado: As damas primeiro!
                - Você tem problema! – Vanessa disse rindo vendo Zac chamar o táxi.

Problema? Era pavor que ele tinha. Zac não sabia o que fazer a partir dali.
Entraram no táxi, e seguiram para casa de Vanessa e logo depois para a dele, pagou o taxista e entrou em sua casa, ou melhor, na mansão da família Efron’s.
Ao entrar, encontrou seu Camaro na garagem, e por um minuto pensou em vendê-lo, mas desistiu da ideia assim que entrou e viu seu pai na sala de estar a sua espera. O carro havia sido presente dado pelo pai, e como dizem: Presente não se doa e nem se vende.

                - Oi pai!
                - Oi filho! – David sorriu – Estava a sua espera para conversarmos um pouco!
                - Dylan não está em casa?
                - Engraçadinho! Eu sei que em casa eu converso mais com o Dylan, mas hoje ele preferiu sair com alguns amigos.
                - Ele tem apenas 14 anos! – Zac disse.
                - Você perdeu a virgindade com 14! – David rebateu.
                - Okay, me lembra desse fato horroroso mesmo! – Zac disse se sentando perto do pai.
                - Como anda as coisas?
                - Bem!
                - A escola?
                - Está no mesmo lugar! – Zac brincou – Está indo nos conformes.
                - E o trato?
                - Somente notas azuis, como o combinado.
                - Quantos 10? – David brincou.
                - Não pega pesado pai! – ambos riram – Era isso que o senhor queria saber?
                - Queria informar que temos um novo funcionário da empresa, e ele trabalhará diretamente com você!

Merda! Esse era o pensamento de Zac!


                - Que ótimo!

4 comentários:

  1. O Zac está realmente fodido.
    kkkkkkk...quero só ver o que ele vai fazer para se livrar dessa enrascada.
    Acho que o melhor a se fazer é dizer logo a verdade para a Vanessa.
    O capítulo ficou incrível.
    Posta loguinho
    Bjos

    ResponderExcluir
  2. É real ente está fodido, quem manda mentir. ? Kkk , se ele n falar logo a verdade pra Nessa vai acabar magoando ela no final .posta mais bjs bjs

    ResponderExcluir
  3. Zac tu tá mais que fodido,kkkkkk
    quero só ver como ele vai resolver essa mentira
    tô amando a fic ♥♥♥
    posta mais,kisses

    ResponderExcluir
  4. Ai caracas... O Zac ta fudidinho!! Agora eu quero ver ele sai dessa...
    Capítulo mega incrível!!
    Posta mais... Beijos!!

    ResponderExcluir

Expresse sua opinião e deixe sugestões ;)