sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

UM SONHO POSSÍVEL

           
- Tem certeza?

Ashley disse me fazendo sair dos meus pensamentos por um momento, encarei minha melhor amiga pelo espelho a minha frente, e sorri, tentando em vão a convencer que sabia o que estava fazendo.

- Tenho! – Disse por fim.
- Vanessa Hudgens se eu não te conhecesse, eu até acreditaria.
- Você é a melhor.
- Não acredito que você vai fazer isso, quer dizer, Austin é perfeito, mas sinceramente não acho que seja pra você.

Não foi possível me segurar e acabei rindo. Todos me diziam isso, deste que eu havia tomado a decisão que mudaria o resto dos meus dias. Adam, meu assessor entrou em meu quarto e sorriu.
  
- Desculpa interromper, mas todos os convidados já chegaram!
- Então vamos! – eu disse sorrindo.

Saímos e seguimos o corredor em direção as escadas. Ao chegar na sala, cumprimentei meus familiares e amigos, fui em direção a Austin que se encontrava na cozinha.

- Preparado? – perguntei o tirando do transe.
- Eu estou. E você?
- Porque todos me perguntam isso! – eu disse rindo e o beijei – É a coisa certa a fazer!
- Nem sempre. Algumas coisas podem parecer certas, mas ao longo do tempo vai perceber que errou, e o que era certo se tornou errado.
- Aonde quer chegar? – disse levantando as sobrancelhas.
- Seus pais! Eles merecem isso?
- Austin Butler o que você está fazendo?
- Tentando fazer você enxergar a burrada que estamos fazendo...
- Chega! – eu disse o interrompendo – Vamos acabar com isso logo! – eu disse dando as costas.
- Vai encontrar ele hoje? – Austin disse me fazendo parar de caminhar – Eu sei que às vezes vocês se encontram. Formam um belo casal.
- Austin – eu disse suspirando – Todos nos espera para fazer um anuncio, o anuncio do nosso casamento. Eu não quero brigar com você neste momento. Temos que cumprir o contrato.
- O contrato está no fim Vanessa – ele disse me encarando – Agora é a hora que terminamos, e você corrige a burrice que fez há cinco anos.
- Do que você está falando? – eu disse enigmática.
- Você não me olha, como olha pra ele. Você não ame, como o ama.
- EU NÃO O AMO! – eu gritei e Austin sorriu.
- O nosso namoro pode ter sido planejado, mas o de vocês não. Ele é um ótimo amigo, mas sei que você se morde de ciúmes toda vez que ouve falar dele com a Sami. Corra atrás do seu verdadeiro amor.
- Ele não fala comigo deste que começou a namorar a Sami!
- Talvez ele tenha se acostumado, assim como você se acostumou comigo!
- Eu não quero terminar com você! – eu disse verdadeiramente.
- Não se pode ter tudo nessa vida! – ele disse rindo – Vamos fazer assim, ficamos noivos, como o seu plano – meneei a cabeça concordando – e quando todos forem embora, você vai atrás dele, e vai dizer toda a verdade, tudo o que você sente por ele, e principalmente, vai pedir perdão por todos os erros.
- Não sei se consigo! – confessei.
- Vai conseguir! – ele se levantou da banqueta – Vamos lá? Pronta pra ficar noiva?

***
- Cadê a Sami? - Dylan disse aparecendo do nada ao meu lado, me fazendo perguntar a mim mesmo como ele fazia isso.
- Eu não sei. Parece que tinha um ensaio, ou reunião hoje à noite. – eu respondi.
- Que pena. Hoje a casa está cheia, ela ia adorar.

E ia mesmo. Sami adorava casa noturna lotada, e é assim que está a The Club. Mike, meu amigo de infância é o dono, e sempre que Dylan está Los Angeles viemos aqui.

- Sabe quem me ligou hoje? – Dylan disse sentando ao meu lado na banqueta do bar na área vip – Dez dólares se acertar! – disse rindo.
- Não tenho a mínima ideia. – eu disse rindo junto com ele.
- Ashley Tisdale – ele sorriu.
- O que a loira queria com você? – perguntei desconfiada.
- Queria marcar um encontro!
- Ela está casada Dylan! – disse como se fosse óbvio.
- Não com ela. – ele me encarou – Na verdade seria com ela, mas não deste jeito que você imaginou seu pervertido – eu ri e tomei um gole de minha água – Ela queria conversar comigo sobre a Vanessa.
- Vanessa? – eu levantei as sobrancelhas – Você a chamava de “V”, “Van” ou “Nessa”.
- Isso era antes. – ele disse sério – Ela acabou com nós dois, e você sabe disso.
- Ódio e rancor não te levará a lugar nenhum.
- Você a perdoou. Mas eu não sou trouxa. Só um pouco. – ele disse rindo – Mas não consigo a perdoar. Ela me fez acreditar em uma coisa, e depois arrancou tudo de uma vez. De uma única vez.
- Ela terminou comigo, não com você. E isso faz cinco anos. Esquece!
- É fácil falar. Mas, eu não consigo acreditar no amor, se vocês não estão mais juntos. Você entende? – eu meneei a cabeça negando – É como “Brangelina”!
- Brad Pitt e Angelina Jolie? – onde esta conversa vai chegar?
- Eles são perfeitos separados, juntos é mais perfeito ainda. Todos vêem que existe amor entre os dois, é nítido. Mas se eles se separar... Acabou. Não existirá mais o amor.
- Você está trágico hoje! – comentei rindo.
- Deixa pra lá!

Dylan saiu e foi pra pista de dança. Eu entendi o que ele me disse. Cada palavra. Cada significado. Deste o término do meu namoro com Vanessa, ele jamais foi o mesmo no quesito amor. Namorou uma garota da faculdade, mas não durou um mês. Motivo? Ela não o olhava como eu olhava pra Vanessa, ou vice versa. Mas isso não vem ao caso.

***
Toquei a campainha. É só esperar.
Porque demora tanto.

- Você? – Sami abriu a porta – O que faz aqui?
- Ah... Zac está?
- O que você quer com meu namorado? – Ciumenta? Só um pouco eu acho.
- Está ou não? – a encarei.
- Não, saiu com o Dylan.
- Obrigada!

Agradeci e corri até o carro, quase caí no meio do percurso, mas ninguém tem que saber desse detalhe, eu acho.

- Saiu com Dylan! – eu disse ofegante.
- Para onde? – Austin perguntou e eu o encarei no banco do motorista.
- Você não percebeu o quanto isso é ridículo? Você é o meu noivo, e estamos atrás do meu ex, que está com o irmão que me odeia, em um lugar que eu sequer imagino.
- Tem uma pessoa da família que não te odeia! – Austin disse sorrindo.
- Quem? – perguntei temerosa.
- Starla Basquett!
- Não. Eu não posso ligar pra ela.
- Porque não? – Austin disse ligando o carro e acelerando.
- Ela vai contar pra minha mãe, você sabe que elas ainda são amigas. E vão falar um monte de mim, eu conheço aquelas duas quando se junta.
- Então como vamos achar eles?
- Ashley! – eu disse dando um pulo – Ela sempre sabe tudo!

***
- É impressão minha ou você está pensativo? – Mike me perguntou detrás do balcão.
- Dylan me fez pensar.
- No que? – eu sorri – Ou em quem?
- Você achava que eu e Vanessa era amor verdadeiro?
- Se eu achava? – Mike riu alto – Todos acreditavam nisso. Vocês eram o casal perfeito, casal magia Disney – rimos juntos – Era verdadeiro!
- Se era verdadeiro, porque acabou?
- Talvez não acabou! – Mike disse dando um sorriso e indo pro outro lado do balcão.
- Achei você!
- Vanessa? – eu perguntei pra mim mesmo. Como ela apareceu do nada? Esquece.
- Obrigado Mike! – ela sorriu agradecendo a água que meu amigo lhe trouxe. – Demorou, mas te achei. – ela sorriu. Que sorriso!
- O que faz aqui? – perguntei curioso.
- Estou noiva!
- Ah! Parabéns? – eu disse.
- Me poupe! – ela disse séria – Austin está do outro lado do balcão me esperando.
- Te esperando?
- Ele não quer que eu me case, se eu ainda tiver uma chance com meu verdadeiro amor. – ela sorriu – Me perdoa?
- Te perdoar?
- É. De tudo que eu fiz, meus erros, e sei que foram muitos, por ter rompido o nosso namoro daquela forma, eu não sei o que me deu – ela riu nervosa – Mas eu não te esqueci. E é por isso que estou aqui. Só mais uma chance, é só o que eu te peço!
- Uma chance? - perguntei temeroso.
- A gente ainda pode dar certo, né?
- Eu estou com a Sami.

Ai Meu Deus. O que eu fiz? Estraguei tudo? De novo?
Vanessa suspirou, e vi Dylan logo atrás nos encarando como se quisesse dizer algo, mas eu não entendia. Nada do que está acontecendo eu entendo.

- Entendi – Vanessa disse pegando a água, saindo dando as costas pra mim.
- Espera! – eu disse em impulso. Dylan e Mike me olharam. – O que você quer de mim?
- Eu não sei. Eu só sei que não consigo mais viver sem você ao meu lado!

Ela me queria.
E eu?
Também!
Desci da banqueta e fui a sua direção, passei uma mão pelo seu cabelo e outra a segurei pela cintura, e sem pensar a beijei. Como há muito tempo não beijava. Era ela. Sempre foi ela. A minha, e só minha Vanessa Hudgens.

- E a Sami? – ela disse ofegante.
- Amanhã a gente conversa!

E a beijei novamente. Mais uma, duas, três vezes...

TRIMMMMMMMMMMMMM

- Que Droga!
- Que foi Nessa? – Stella perguntou me encarando curiosa.
- Só... Um sonho! – eu sorri – Apenas um sonho!


Fim.

-------------------------------------------------------------------------

Eh!!!!!
Surpresinha pra vocês.
Espero que tenham gostado. ;)
Bom, quero desejar Feliz Natal e um Próspero Ano Novo a cada um de vocês.
E quem sabe nós não voltemos a nos ver!
-L






3 comentários:

  1. Ai meu deus!!! Estou chocada que tudo isso nao passou de um sonho... Ameeeei essa mini fic, ta incrível!!
    Tava morrendo de saudades das suas maravilhosas fic...
    Espero que você tenha um natal incrível ao lado da sua família e que o ano novo venha cheio de conquistas e realizações!!!
    Estou torcendo muito pra nos vermos mais por aqui... Amoooo de paixão todas suas fic!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Como assim um sonho??é serio?? Aaah eu simplesmente AMEI!!! Bjoss

    ResponderExcluir
  3. Ai meu Deus
    Até que enfim acabei de ler todos os capítulos anteriores que não vi
    Amr ficaram todos mega perfeitos *-*
    Simplesmente amei ♡♡♡
    Cara,não acredito que foi apenas um sonho,isso é revoltante kkkkk
    Tbm te desejo um feliz natal e um ano novo repleto de realizações,paz,saúde e mto amor
    Posta logo,xx

    ResponderExcluir

Expresse sua opinião e deixe sugestões ;)